COMPLETO ENVIO VIA E-MAIL

PORTFÓLIO O COTIDIANO E O EXERCÍCIO PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL EM TEMPOS DE PANDEMIA

R$100,00

R$90,00

10% OFF
12x de R$8,98

A proposta de Produção Textual em Grupo (PTG) terá como temática: “O cotidiano e o exercício profissional do Assistente Social em tempos de pandemia”.

Deve ainda o texto produzido apontar as questões do planejamento em Serviço Social pós movimento de renovação e ética profissional.

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

TRECHOS DO ARTIGO: A atuação da/o assistente social em face da pandemia da covid- 19: orientações técnicas elaboradas pelo conjunto CFESS/CRESS – comitê SUAS/SC – covid-19: em defesa da vida.

“[...] O contexto imponderável como se caracteriza o de uma pandemia, exige das assistentes sociais competência teórico-política para compreender a situação de crise humanitária e sua relação com a sociabilidade capitalista e intervir nesta realidade, segundo os fundamentos do Serviço Social.

[...] Portanto, refletir sobre as competências profissionais e atribuições privativas das assistentes sociais, seus direitos e deveres nesta conjuntura, é um imperativo à categoria profissional, que desde o final da década de 1970, período de reconceitua ção da profissão no Brasil, tem buscado qualificar sua intervenção na realidade. Para tanto, vem reafirmando seu compromisso fundamental com a classe trabalhadora, que sem dúvida corresponde ao segmento populacional que sofre com o avanço das políticas neoliberais de supressão das políticas sociais e consequentemente de seus direitos fundamentais.

[...] enfatiza-se a necessidade da internalização dos princípios do projeto profissional, como fundante do exercício profissional, assim destacando as orientações que direcionam as respostas que a categoria profissional precisa elaborar para atender as demandas dos usuários, defendendo estratégias para a garantia dos direitos humanos e sociais.

[...] É importante destacar que a Constituição Federal de 1988 instituiu um sistema de Seguridade Social, do qual a saúde é um dos componentes. No entanto, desde sua aprovação os ataques à Seguridade Social têm sido sistemáticos, na medida em que a análise neoliberal a percebe como um obstáculo ao desenvolvimento e crescimento econômico do país.

No Brasil foram progressivos os processos de contrarreforma que desmontaram a concepção de Seguridade Social aprovada na Carta Magna, [...] A crise instituída pela COVID-19 demonstrou nitidamente a necessidade de um Estado interventivo tanto na defesa das condições de existência da classe trabalhadora, como na própria regulamentação da economia. Fato que evidencia que as políticas defendidas pelo modelo neoliberal não oferecem respostas à realidade social, econômica e política desse momento histórico, como já não o demonstrava à classe trabalhadora, desde sua implementação no Brasil no início da década de 1990.

[...] Desse modo, as equipes de trabalho onde se inserem as assistentes sociais têm um importante papel na construção de respostas às demandas do cotidiano profissional, materializando “os conteúdos e a direção das atividades do trabalho coletivo, assim como as ações da intervenção específica de cada profissão.

[...] que realizam no enfrentamento das expressões da questão social, pela mediação das políticas sociais” (RAICHELIS, 2020, p. 12, grifos nossos).

[...] a preocupação do conjunto CFESS/CRESS se refere à segurança e proteção das profissionais e usuários/as, mas na mesma medida indica o compromisso com o atendimento à população usuária, visto que todos propõem ações que viabilizem o atendimento aos/às usuários/as, os/as quais estão amplamente expostos e vulneráveis à pandemia do COVID-19.

[...] Tal cenário exige, portanto, a identificação não apenas do cumprimento das prerrogativas profissionais e atribuições privativas em termos da atividade ou do instrumento utilizado, mas principalmente envolve a análise crítica e fundamentada dos conteúdos ou matérias envolvidas e as implicações éticas, em termos de repostas profissionais a necessidades e direitos dos indivíduos e famílias atendidos [...] (RAICHELIS, 2020, p. 30). Visto que a intervenção profissional não pode se descolar da realidade e seu movimento, mas requer análises críticas e fundamentadas.

[...] assistentes sociais imbuídas dos princípios do projeto profissional devem priorizar ações estratégicas para oferecer respostas às demandas apresentadas, optando por construções coletivas nas equipes que integram, elaborando Planos de Contingência e protocolos para definição dos fluxos de encaminhamentos em estreita integração com os demais recursos de políticas públicas do território, e para isso identificando as condições materiais de vida a fim elaborar respostas disponíveis no âmbito da sociedade e do Estado.

[...] A crise em andamento, pode revelar de forma célere a importância da profissão e sua relevante função social, a depender da capacidade das respostas profissionais que a categoria consiga emitir no âmbito da atenção imediata, de sua inserção em comissões de elaboração dos planos de contingência. É nesse espaço de planejamento e gestão dos planos de contingência, que o profissional de Serviço Social, por sua condição técnico politica pode evidenciar, a partir das necessidades sociais, que os serviços públicos são centrais e não podem se retirar da cena da calamidade, ainda que seja o momento de ampliar os benefícios eventuais com regulações afrouxadas.[...]”

Assim, o grupo deverá desenvolver um texto argumentativo sobre “O cotidiano e o exercício profissional do Assistente Social em tempos de pandemia”.

 

2.Reflita sobre a seguinte situação-problema:

Considere que, Ana Elisa é assistente social em uma unidade de CRAS no município de Marilândia do Oeste. Ela é designada a realizar trabalhos remotos para o atendimento às demandas que se apresentam a ela no seu cotidiano profissional.

Esse trabalho se constitui de algumas etapas fundamentais para estruturar o trabalho acadêmico, nesse sentido, apontamos um caminho de itens que necessariamente devem constar de seu trabalho, identificados abaixo no subitem 6 das orientações para execução do trabalho. Estes itens apontam o direcionamento de cada disciplina à luz de referencial teórico que observada a Situação Problema devem nortear a produção.

É importante destacar que a situação problema não deve ser reproduzida no texto do trabalho acadêmico, mas tem o caráter de materializar vistas ao cotidiano profissional diante da situação geradora de aprendizagem.

Utilize outras referências (se for o caso) e articule esta temática com as disciplinas cursadas no semestre. Seu trabalho deverá conter entre no mínimo 5 (cinco) e no máximo 8 (oito) páginas, apresentando: Introdução, Desenvolvimento, Conclusão e Referências, sem contar as a Introdução, a conclusão e as Referências.

ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO

Após o processo de reflexão, deem início à elaboração da produção textual, organizando-a com base nos seguintes critérios:

Passo 1: Com base nas leituras indicadas e nos materiais das disciplinas semestrais desenvolvam uma produção de no mínimo 5 laudas e no máximo 8 (sem contar introdução, conclusão e referências bibliográficas).

Passo 2: A produção textual deverá conter: introdução, desenvolvimento, conclusão e referências, em itens separados, conforme as normas da ABNT.

Passo 3: Contemplem as questões abaixo e relacionem com os materiais indicados. Essas questões devem ser usadas para nortear a produção do texto:

Administração e Planejamento em Serviço Social: Segundo Baptista (2007, p.13) o termo planejamento pressupõe um processo permanente, supõe ação contínua sobre um conjunto dinâmico de situações em um determinado momento histórico. Supõe uma sequência de atos decisórios, ordenados em momentos definidos e baseados em conhecimentos teóricos, científicos e técnicos.

Considerando a disciplina de Administração e Planejamento, discorra sobre o significado do planejamento para o Serviço Social e, em contextos de crise, como o Assistente Social contribui na construção de “Planos de Contingência”.

Texto indicado: Planos de Contingência em razão da pandemia de Covid-19: Subsídios para elaboração.

Comunicação na Prática do Assistente Social: O assistente social historicamente atua no enfrentamento das desigualdades sociais expressas na questão social, objeto da intervenção profissional. No contexto de pandemia essas características tomaram proporções ainda maiores. Considerando a disciplina de Comunicação na Prática do Assistente Social; a dimensão educativa da profissão diretamente relacionada à esta; os pressupostos da articulação dos serviços e das comunidades, estabeleça uma relação do conhecimento da disciplina e reflexões sobre a prática interventiva nas situações cotidianas.

Texto indicado: O direito à comunicação pública das/os usuárias/os da Política de Assistência Social: uma urgência acirrada pelo Covid-19.

Ética Profissional e Serviço Social: Refletir sobre o posicionamento ético profissional em períodos de exceção, mediando a autonomia e projeção profissional diante da proteção social brasileira. O texto deve observar os seguintes pontos 1. A articulação do texto elaborado com os conteúdos trabalhados na disciplina, 2. Realizar uma reflexão dos princípios da Ética profissional à luz da problemática do trabalho do assistente social em tempos de pandemia e, 3. Destacar o principio da liberdade e democracia com o respeito à autonomia profissional.

Texto Indicado: Lutas sociais e desafios da classe trabalhadora: reafirmar o projeto profissional do serviço social brasileiro.

Fundamentos das Políticas Social e Políticas Sociais: Ao fazermos uma análise sobre o período pandêmico presente, podemos facilmente identificar o quanto as políticas sociais são necessárias para a sociedade como um todo. O(A) Assistente Social não deve apenas olhar para a política social em seu tempo presente, deve também compreender como ela chegou a esse patamar em que se encontra, ou seja, entender sua história, seus fundamentos. Dessa forma, a proposta desse tópico é que façam um resgate histórico das políticas sociais, no contexto brasileiro, em especial a partir da década de 1930. A proposta é que construam um texto que demonstre esse percurso histórico, com alguns principais marcos das políticas sociais. Para tanto sugerimos a leitura do capítulo 3.3 e capítulo 4, do livro indicado, além do livro texto da disciplina.

Texto indicado: Política Social: fundamentos e história. São Paulo: Cortez, 2016.

Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social III: O projeto ético-político do Serviço Social tem como núcleo o reconhecimento da liberdade e está vinculado a um projeto societário que visa à construção de uma nova ordem social, sem exploração, dominação de classe, etnia e gênero, afirmando a defesa intransigente dos direitos humanos, na perspectiva da universalização do acesso a bens e serviços, com ampliação e consolidação da cidadania.

Considerando a disciplina de Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social III e diante do contexto da pandemia, discorra sobre o posicionamento da categoria profissional diante do desmonte do Sistema Único de Saúde.

Texto indicado: Serviço Social e o SUS: Desafios na prática do Assistente Social.

ENVIO VIA WHATSAPP OU E-MAIL

Após a compra aprovada, você receberá o material completo

ACEITAMOS TODOS OS CARTÕES DE CRÉDITO

Compre com Segurança

Site seguro

Protegemos seus dados